UNO Agosto 2013

Esporte e cultura: A nova linguagem da empresa

Na UNO, continuamos abordando as questões de interesse geral que estão no topo da agenda dos tomadores de decisões para, dessa forma, estabelecer um diálogo a respeito das inquietações da nossa sociedade.

Na UNO#8 destacamos a necessidade de que as empresas apoiem, com recursos próprios, a Cultura e o Esporte, uma vez que esses são pilares fundamentais na geração de valor agregado para as organizações e para as sociedades nas quais operam – já que, nessa longa “Grande Recessão” na qual estamos imersos, a administração dos grandes eventos esportivos e culturais do mundo conta com cada vez menos recursos públicos. Portanto, temos o desafio de descobrir de que forma cada empresa ou cada organização pode transformar essa grande ameaça nos dois âmbitos de maior mobilização social em uma oportunidade para projetar a sua Marca e a sua Reputação.

A Cultura e o Esporte se transformam nos dois fenômenos de massa da sociedade do conhecimento do século XXI

Uma manifestação cultural, um jogo de futebol, uma corrida de Motos GP, representam momentos da trajetória das nossas agitadas vidas em que paramos e nos unimos, por alguns instantes, a muitas outras –centenas, milhares, milhões de pessoas– independente das nossas ideologias, simpatias políticas, credos religiosos ou raças, para incentivar a nossa equipe favorita ou para nos emocionar enquanto nos deleitamos com uma ópera ou com uma pintura. Justamente nesses momentos as empresas devem estar presentes, nessas atividades tão fundamentais e apreciadas pelo ser humano, para que os seus grupos de interesse observem de forma tangível de que forma compartilham a sua riqueza com a sociedade, ou seja, de que forma constroem a sua própria Reputação.

01_1O patrocínio cultural e o investimento no esporte profissional são fundamentais para as organizações empresariais da atualidade. Em meio a uma forte crise econômica, de disputas políticas entediantes, e com a preocupação permanente por um futuro incerto, a cultura e o esporte abrem um parêntese, constituem um oásis, na vida dos indivíduos e das sociedades, e as empresas estão chamadas a jogar um papel decisivo nesses dois contextos devido ao valor universal que essas atividades representam e ao grande potencial de comunicação global por meio de uma linguagem compreendida por todos: a final, o Esporte e a Cultura representam uma rajada de ar fresco na realidade atual, por meio do qual a Marca e a Reputação podem ser fixadas de forma permanente na memória dos grupos de interesse colaborando, dessa forma, na construção e proteção do capital reputacional.

Neste número, para dialogar a esse respeito, contamos com a grata colaboração de personalidades com prestígio profissional e acadêmico que enriquecem as seguintes páginas ao desenvolver os seus pontos de vista. Assim, além das colaborações habituais de José Antonio Zarzalejos, Mariano Guindal ou Ignacio Escolar, na nossa UNO#8 contamos com a participação do Presidente do Conselho Superior de Esportes, Miguel Cardenal; da Diretora Geral de Comunicação e Gabinete da Presidência da Repsol, Begoña Elices; do Presidente da Havas Media, Leopoldo Rodés; do Presidente da Fundação Iberdrola e ex-vice-presidente da Comissão da União Europeia, Manuel Marín; do Diretor da revista portuguesa GQ, Domingos Amaral; do Diretor Geral do Grupo de Comunicação Kätedra do México, Andrzej Rattinger; e do Sócio da LLORENTE & CUENCA, Adolfo Corujo, e de um dos seus Diretores Sênior, Amalio Moratalla. Agradecemos a todos eles.

A UNO, publicação chefe da d+i LLORENTE & CUENCA, www.dmasillorenteycuenca.com, apoia o desenvolvimento da Cultura e do Esporte a partir do âmbito empresarial e coloca as cartas sobre a mesa para incentivar as grandes organizações empresariais e financeiras a se unirem nesse esforço conjunto e de geração de valor e beleza para toda a sociedade.

José Antonio Llorente
Sócio Fundador e Presidente da LLORENTE & CUENCA
Como especialista em comunicação corporativa e financeira, ao longo dos seus mais de 25 anos de experiência assessorou numerosas operações corporativas – fusões, aquisições, desinvestimentos, joint ventures e colocação em bolsa –. É o primeiro profissional espanhol que recebe o prêmio SABRE Award de Honra pela realização Individual dos objetivos extraordinários - SABRE Award por Outstanding Individual Achievement - um prêmio a nível europeu, concedido pela The Holmes Report. Durante dez anos trabalhou para a firma multinacional Burson-Marsteller, onde foi Conselheiro Delegado. Atualmente é membro do Patronato da Fundação Euroamérica e da Junta Diretiva da Associação Espanhola de Acionistas Minoritários de Empresas Cotizadas. Pertence também ao Conselho Assessor de PME da Confederação Espanhola das Pequenas e Médias Empresas, à Junta Diretiva da Associação de Agências de Espanha, e ao Conselho Assessor do Executive MBA em Direção de Organizações de Serviços Profissionais organizado por Garrigues. José Antonio é Licenciado em Ciências da Informação, ramo de Jornalismo, pela Universidade Complutense de Madrid, e especialista em Public Affairs pela Indiana University da Pensilvânia e pelo Henley College de Oxford. @jallorente [EUA / Espanha]

Queremos colaborar com você

Qual o seu desafio?

Quer fazer parte da nossa equipe?

Quer que a LLYC participe do seu próximo evento?